Polícia Civil inaugura Central Estadual do Plantão Digital

Polícia Civil inaugura Central Estadual do Plantão Digital

O governador Romeu Zema participou, nesta terça-feira (21/12), da inauguração da Central Estadual do Plantão Digital da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG). A unidade, instalada no Prédio Alterosas, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, pretende agilizar os atendimentos de plantão e otimizar a investigação de crimes. Assim, evitam-se deslocamentos desnecessários, economizando tempo e recursos públicos com a adoção de tecnologia.

A Central reúne, em um primeiro momento, os plantões para atendimento de ocorrências policiais com indivíduo conduzido das delegacias de plantão em Belo Horizonte, Contagem, Betim, Ribeirão das Neves, Nova Lima, Sabará e Santa Luzia, além do Departamento Estadual de Investigação de Crimes de Trânsito.

As delegacias de plantão (Deplan), por meio dos investigadores de polícia presentes nas unidades, continuam recebendo fisicamente as ocorrências policiais com as pessoas envolvidas e os materiais arrecadados. De outro lado, na Central Estadual, estão o delegado e o escrivão de Polícia, que lavram os procedimentos a partir das respectivas ocorrências policiais por meio de videoconferências.

O governador parabenizou os envolvidos no projeto e destacou a otimização do trabalho dos policiais civis. “É uma satisfação enorme assistir esse grande avanço na Segurança Pública de Minas Gerais, com todos os envolvidos participando da operação do sistema. O que estamos fazendo é exatamente isso, deixando os profissionais focados na questão finalística e não na secundária. Isso significa mais eficiência e vai, com toda certeza, refletir nos nossos índices, que só têm avançado”, disse.

Ainda segundo o chefe do Executivo, o próximo desafio é ampliar o alcance do sistema, melhorando a prestação de serviço à população. “Agora, temos uma segunda missão, que é levar esse serviço ao maior número de municípios. Teremos uma ferramenta fabulosa em todo o Estado que vai otimizar os plantões, reduzir deslocamentos e deixar cada profissional da Polícia Civil focado em sua função. A continuidade disso fará com que nós, como instituição pública, consigamos prestar o melhor serviço para o cidadão”, afirmou Romeu Zema.

Dinamismo

Segundo o chefe da PCMG, delegado-geral Joaquim Francisco Neto e Silva, as delegacias de plantão não serão modificadas. “Elas continuam existindo. Paralelamente, a central funciona com atendimento mais dinâmico”, afirmou.

Ainda de acordo com o chefe da PCMG, o objetivo é aprimorar os processos atuais, com reflexos na prestação de serviço. “Otimizando força de trabalho disponível, a gente tem condição de fortalecer mais a atividade de investigação. Com os plantões sendo executados digitalmente, com o delegado em uma central, esperamos que ocorra menos fila e maior dinamismo no atendimento das ocorrências”, explicou.

Também participaram da inauguração da central o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Rogério Greco, o comandante-geral da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), Rodrigo Sousa Rodrigues, o defensor público-geral de Minas Gerais, Gério Patrocínio, o deputado estadual Bartô e demais representantes das Forças de Segurança.

Atendimento

O Plantão Digital já funciona em 53 unidades policiais, distribuídas em 48 municípios, que contemplam todas as regiões do estado, beneficiando de modo direto e indireto, mais de 8 milhões de mineiros. A meta é alcançar, até o próximo ano, um total de 85 unidades.

Esse é um projeto da Polícia Civil classificado pelo Governo de Minas como prioritário. O projeto-piloto foi regulamentado pela Resolução nº 8.133, que instituiu, em caráter experimental, o Plantão Digital, por videoconferência, na Delegacia Regional de Polícia Civil em Nova Lima e na Deplan III do Barreiro/Belo Horizonte.

Apenas neste ano, a PCMG instalou 29 unidades do Plantão Digital. Em 2020, 23 delegacias receberam a estrutura. Para o sucesso do projeto, a Polícia Civil contou com a articulação junto ao Legislativo, que contribuiu com a indicação de emendas parlamentares estaduais voltadas à Segurança Pública.

Por meio de videoconferência, delegado e escrivão, a distância, adotam todas as medidas legais pertinentes às ocorrências policiais com pessoa capturada em razão de flagrante delito ou por estar foragida da Justiça. Quando o infrator é conduzido às atuais Delegacias de Plantão, onde estão presentes fisicamente os investigadores, todo o procedimento é lavrado remotamente por meio de videoconferência com delegados e escrivães da Central.

Estrutura

A Central Estadual do Plantão Digital, localizada no Prédio Alterosas, na Cidade Administrativa, conta com 24 estações de trabalho, todas equipadas para realização de chamadas de videoconferência simultaneamente, além de um painel digital para distribuição das ocorrências policiais, que irá orientar o delegado que coordenará o turno. Atualmente, a unidade é composta por 36 delegados e 70 escrivães, que se alternam em turnos de trabalho de 12 horas ininterruptas.

A coordenadora da Central, delegada Rita de Cássia Januzzi, chama atenção para o processo de modernização com a implantação da unidade. “A Polícia Civil utiliza os avanços tecnológicos como aliados na qualidade da prestação do serviço público, como o Plantão Digital, e vem buscando nas boas práticas da gestão pública o equilíbrio das Forças de Segurança do nosso estado”.

Resultados

A Central Estadual, que está em fase de testes e melhorias, já apresenta resultados positivos no novo fluxo de trabalho. “Conseguimos o retorno de 25 delegados e 30 escrivães para o trabalho integral em regime de expediente, o que representa um enorme fortalecimento para as investigações em curso”, observa o gerente da Iniciativa Estratégica do Plantão Digital, Thiago Rocha.

Ainda segundo o delegado, a PCMG planeja expandir progressivamente o Plantão Digital para, futuramente, integrar todo o estado. “Atualmente, já temos pelo menos uma unidade do Plantão Digital em 13 dos 19 Departamentos Territoriais de Polícia Civil e estamos continuamente modernizando nossos processos de trabalho para que todas as regiões de Minas se beneficiem do projeto”, diz.

Municípios que já possuem o Plantão Digital:

Nova Lima, Manhuaçu, Caratinga, Lavras, Varginha, Divinópolis, Itaúna, Governador Valadares, Guanhães, Sabará, Santa Luzia, Pirapora, Curvelo, Diamantina, Capelinha, São João Del Rei, Barbacena, Formiga, Bom Despacho, Pará de Minas, Nova Serrana, Taiobeiras, Janaúba, Campo Belo, Três Corações, Januária, Nanuque, Almenara, Pedra Azul, Teófilo Otoni, Ouro Preto, Vespasiano, Passos, Piumhi, Alfenas, Carmo do Rio Claro, Ituiutaba, Frutal, Belo Horizonte (5 Deplans), Contagem, Betim, Ribeirão das Neves, Ipatinga, Ponte Nova, Guaxupé, São Sebastião do Paraíso, João Monlevade e Itabira.

CATEGORIAS
Compartilhar Esse

COMENTÁRIOS

Wordpress (0)
Disqus ( )