Anvisa investiga morte, mas mantém aprovação da Pfizer para adolescentes

Anvisa investiga morte, mas mantém aprovação da Pfizer para adolescentes

Após a suspensão da imunização de adolescentes sem comorbidades pelo Ministério da Saúde, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) reafirmou a autorização da vacina da Pfizer para crianças e adolescentes entre 12 e 15 anos, chancelada em 12 de junho deste ano.

A agência esclarece que investiga a morte de um adolescente de 16 anos morador de São Paulo que recebeu uma dose do imunizante.

“No momento, não há uma relação causal definida entre este caso e a administração da vacina. Os dados recebidos ainda são preliminares e necessitam de aprofundamento para confirmar ou descartar a relação causal com a vacina”, diz a Anvisa, em nota.

Dentro do processo de apuração do óbito, a Anvisa garante que realizará reunião com a empresa Pfizer e os responsáveis pela investigação do caso no Estado de São Paulo para obter mais informações.

A Anvisa ressalta ainda que todas as vacinas autorizadas e distribuídas no Brasil estão sendo monitoradas continuamente pela vigilância diária das notificações de suspeitas de eventos adversos.

CATEGORIAS
Compartilhar Esse

COMENTÁRIOS

Wordpress (0)
Disqus ( )