Galo goleia o Cerro Porteño e assume liderança do Grupo H

Galo goleia o Cerro Porteño e assume liderança do Grupo H

O Atlético conquistou a liderança do Grupo H da Copa Libertadores 2021 e começou a encaminhar classificação para as oitavas de final.

Depois de um início de torneio sem graça, com o empate em 1 a 1 com o Deportivo La Guaira, o Galo embala duas vitórias.

Nesta terça-feira (4), os três pontos foram em cima do Cerro Porteño, no Mineirão, por 4 a 0 . Hulk mais uma vez foi o destaque.

Depois da polêmica com o técnico Cuca, o atacante, a pedido do próprio jogador, passou a ser utilizado como centroavante e conseguiu ser diferenciado.

Com a ajuda incontestável de Hulk, o Galo conseguiu abrir o placar e marcar o segundo, que deu mais tranquilidade para a equipe, mas, no segundo tempo, o Cerro Porteño acabou levando perigo ao Galo, que logo tratou de fazer o terceiro e definir a partida.

Ao contrário da competição de 2019, em que o Galo também caiu no mesmo grupo do Cerro Porteño, o Atlético já conseguiu, pelo menos, três pontos em cima da equipe do Paraguai.

Naquela edição, o Galo perdeu as duas partidas para o Ciclón. 1 a 0, em casa, e 4 a 1, fora. Esta foi a primeira vez que o Atlético venceu o Cerro dentro de Belo Horizonte.

O Galo conseguiu abrir o placar logo no início da partida, aos oito minutos. No primeiro lance de perigo, o Atlético, que pressionava a defesa, aproveitou falha da defesa do Cerro Porteño, que deu a posse de presente a Savarino. Hulk recebe, bate firme e rasteiro de perna direita. O goleiro do Cerro tenta, mas não consegue defender.

Quase no fim do primeiro tempo, o Cerro melhorou em campo. O time de Francisco Arce conseguiu trocar mais passes e teve mais posse de bola, mas não conseguiu transformar em chances. E aí, sem aproveitar a posse de bola, o Galo marcou, quando o Cerro era o melhor em campo. Mais uma vez Hulk foi decisivo. Tchê Tchê deu passe importante para Savarino, que cruzou para Hulk fazer de cabeça.

O volante Allan não estava bem na partida. Cometendo muitas faltas, levou cartão amarelo logo no início do primeiro tempo. O jogador foi substituído no primeiro tempo e deu lugar ao volante Jair, que fez sua estreia na Libertadores, depois de se recuperar de lesão, e atuou também na contenção.

No segundo tempo, a mesma história do segundo. O Cerro teve mais posse de bola – na etapa complementar chegou a ter quase 80% contra 20% -, mas o Galo criou mais oportunidades. Uma das chances mais importantes do time paraguaio foi em uma confusão na área, que Junior Alonso apareceu para cortar de cabeça, quase em cima da linha e evitou o gol do Cerro.

Com menos posse de bola, o Galo começou a jogar nos contra-ataques e foi assim que saiu o terceiro gol da equipe. Nacho Fernández roubou a bola, Tchê Tchê, que mais uma vez participou bem de um lance, recebeu e achou Savarino na área, que ajeitou o corpo e finalizou para o gol de Jean.

Na quinta-feira (6), La Guaira e América de Cali fazem o outro jogo do grupo, às 23h, na Venezuela. Na próxima rodada, o Galo visita o América de Cali na Colômbia, mas antes tem o último jogo da semifinal do Campeonato Mineiro – o Atlético bateu o Tombense no primeiro jogo por 3 a 0 -, no sábado (8), às 16h30, no Mineirão.

CATEGORIAS
Compartilhar Esse

COMENTÁRIOS

Wordpress (0)
Disqus ( )