Medidas mais rígidas: fiscalização irá fechar comércio não essencial em Manhuaçu

Medidas mais rígidas: fiscalização irá fechar comércio não essencial em Manhuaçu

A Prefeitura de Manhuaçu irá estabelecer maior rigidez nas fiscalizações dos estabelecimentos que não se enquadram no sistema de “serviços essênciais” da Onda Roxa do Minas Consciente. A decisão foi tomada nesta sexta-feira, 09, em reunião realizada no Paço Municipal. O toque de recolher foi suspenso, portanto os estabelecimentos considerados essênciais – supermercados, padarias, farmácias entre outros – poderão manter o seu padrão de atendimento. Em contrapartida, os restaurantes e bares deverão permanecer fechados, somente trabalhando no sistema de delivery, segundo informações da secretária de Saúde, Ana Lígia de Assis.

“Na manhã desta sexta realizamos uma ação em conjunto com a Polícia Militar e Vigilância Sanitária atendendo a solicitação do Ministério Público. Portanto, nós esperamos e contamos com contribuição das pessoas. Não é algo que desejávamos mas é uma deliberação do Governo de Minas Gerais que devemos cumprir. Para evitar o transtorno de determinado estabelecimento ser fechado ou lacrado peço compreensão aos comerciantes, pois quando a fiscalização atuar, junto as forças de seguranças, já não será mais para comunicar, serão adotadas medidas para lacrar o ambiente”, disse.

Conforme explica a secretária da pasta, o comércio que permanecer aberto receberá uma visita dos fiscais junto as forças de segurança. Será solicitado o fechamento do estabelecimento e este será selado e terá que fechar por determinado tempo, fora as multas e outras consequências posteriores que seguirão a legislação especifica para esses casos.

Com informações:  Danilo Alves – Tribuna do Leste

CATEGORIAS
TAGS
Compartilhar Esse

COMENTÁRIOS

Wordpress (0)
Disqus ( )