PM intensifica fiscalização para combater motocicletas com escapamentos adulterados

PM intensifica fiscalização para combater motocicletas com escapamentos adulterados

Atendendo a uma solicitação da comunidade, a Polícia Militar está realizando uma operação para fiscalizar os ruídos emitidos por escapamentos de motocicletas adulteradas, especialmente aquelas utilizadas por entregadores de “delivery”. A instituição recebeu diversas reclamações nos canais de comunicação, de comerciantes e moradores que sofrem com o incômodo de ruídos muito altos desses escapamentos.

Tenente Gedaias, Comandante da 72º Companhia da Polícia Militar, explica que a instituição tem realizado uma operação especifica para coibir esse tipo de atitude. “Dentro dessa perspectiva “Dentro desse panorama existem três vertentes: a primeira consiste em utilizar a Base Comunitária Móvel para visitar todos os empresários de delivery da cidade para verificar se a motocicleta atende as especificações do Código de Trânsito Brasileiro, quando contratarem profissionais que atuam no setor de entregas. Fizemos essa visita a todos os comércios de Manhuaçu e alertamos os empresários pois o segundo eixo de nossa atuação será intensificação da fiscalização de trânsito especificamente das motocicletas que estão com o escapamento adulterado. Frente a isso, vamos aumentar as abordagens, tendo em vista que estamos com duplas de policiais militar focados em abordar esse tipo de motocicleta e tomas as providencias de trânsito cabíveis quando a motocicleta estiver irregular”, frisou.

O militar informa que a adulteração da característica do veículo ou mesmo a falta de cuidados inerentes a qualidade das peças que compõem o escapamento da moto, é infração de trânsito de natureza grave, sendo o valor da multa de R$ 195,23, além da perca de cinco pontos na carteira. “Temos como medida administrativa também a retenção daquela motocicleta até que o problema seja regularizado. Caso persista, a moto será devidamente removida para o pátio credenciado”, finalizou.

De acordo com o artigo 230 do CTB (Código de Trânsito Brasileiro), conduzir veículo com sua cor original ou outra característica alterada, como o escapamento, por exemplo, são consideradas infrações de natureza grave, cabendo multa de R$195,23; cinco pontos na carteira; além de remoção/retenção do veículo até que seja sanada a irregularidade.

 

CATEGORIAS
TAGS
Compartilhar Esse

COMENTÁRIOS

Wordpress (0)
Disqus ( )