Vaticano proíbe hóstias sem glúten

Segundo o Vaticano, as hóstias podem ter uma quantidade de glúten reduzida, mas é preciso que haja proteína suficiente no trigo para que elas possam ser produzidas sem aditivos.
Na carta, o cardeal Robert Sarah pede também que os sacerdotes se certifiquem de que o vinho não tenha “origem duvidosa”.
As novas regras se mostraram necessárias porque os suprimentos para a missa podem ser comprados em supermercados e na internet nos dias atuais.
Antigamente, os alimentos eram produzidos exclusivamente por comunidades religiosas.
Na doutrina católica, o pão e o vinho servidos durante a cerimônia são convertidos no corpo e sangue de Cristo por meio de um processo chamado transubstanciação.
Resultado de imagem para Vaticano proíbe hóstias sem glúten
As orientações são para que as hóstias sejam feitas sem fermentação, somente com trigo e água, e que sejam consumidas frescas, para que não haja o risco de estragarem.
Não há proibição para o uso de trigo geneticamente modificado.
Já o vinho, segundo a determinação, precisa ser “puro e incorrupto”: natural, feito de uva e sem mistura de outras substâncias.
O Vaticano diz que alimentos que fogem dessas diretrizes não constituem material válido para o uso no sacramento da Eucaristia.
De acordo com o comunicado, as novas regras foram expedidas a pedido do Papa Francisco.
B B C
 

CATEGORIAS
Compartilhar Esse

COMENTÁRIOS

Wordpress (0)
Disqus ( )