Vereador abre caixão com facão para provar que homem não morreu de COVID-19

Vereador abre caixão com facão para provar que homem não morreu de COVID-19

A polícia civil vai investigar a conduta do vereador william faria, de santa bárbara do leste, que abriu um caixão lacrado por medida sanitária, dentro do cemitério de santa bárbara, nesse domingo (25). no vídeo, o vereador mostra o laudo que atesta como causa da morte “insuficiência respiratória agura, síndrome respiratória aguda grave e broncopneumonia”, mas o sepultamento seguia os protocolos de segurança da covid-19, com os quais ele não concordava. o caixão foi aberto por ele na presença de várias pessoas.

de acordo com a polícia civil, a causa da morte não aponta para covid-19, porque é aguardado resultado de exame pcr para os próximos três dias. ainda segundo a polícia, o procedimento adotado foi correto. considerando os sintomas que o paciente apresentava, foi cumprido o que preconiza o ministério da saúde.

o vereador é investigado por potencial crime de infração de medida sanitária preventiva (artigo 268 do código penal).

vigilância sanitária

um segundo vídeo gravado pelo vereador william faria mostra o momento em que uma funcionária da vigilância sanitária chega ao cemitério. ela foi chamada por sugestão da polícia militar. a servidora maria aparecida recebe o laudo da morte e, ao ouvir as colocações de william, concorda com os argumentos e não o adverte pela conduta.

nota enviada à rádio cidade pela prefeitura de santa bárbara do leste justifica a intervenção da servidora dizendo que o caixão já havia sido aberto quando ela chegou ao local. segundo a administração pública, “por pressão do vereador, como já aconteceu em outras situações com funcionários de outros setores, a funcionária ficou sem ação e concordou com ele com relação ao enterro. porém, a definição de protocolos referentes a funerais cabe ao estado e não ao município”.

a nota segue dizendo que a representante da vigilância sanitária foi induzida pelo vereador a se manifestar e a conduta dela será analisada. a prefeitura destaca que “discorda totalmente da ação irresponsável do vereador, que expôs todos que estavam no local ao risco de contaminação”.

repasse de recursos

neste vídeo o vereador alega que o caixão estaria lacrado por “interesse financeiro”, fazendo alusão à fake news de que os hospitais, municípios e estados recebem dinheiro pelo número de óbitos na pandemia. por mais de uma vez os hospitais e órgãos de governo, incluindo o próprio ministério da saúde, desmentiram o boato, explicando que os recursos são direcionados para compra de insumos, estruturação dos hospitais e tratamento dos pacientes. o número de mortes não é utilizado para qualquer tipo de cálculo que reverta em verba.

Com informações: rádio cidade

Veja o vídeo:

CATEGORIAS
TAGS
Compartilhar Esse

COMENTÁRIOS

Wordpress (0)
Disqus ( )