6 combinações de produtos de limpeza que podem causar riscos à saúde

A limpeza é uma parte importante da rotina doméstica das pessoas e no dia a dia é comum usarmos uma variedade de produtos para chegarmos a resultados mais eficazes. Mas especialistas afirmam que é preciso cuidado, pois a mistura inadequada de produtos de limpeza pode resultar em uma reação química perigosa, devido a alguns produtos conterem substâncias químicas fortes que, combinadas, podem criar gases tóxicos, vapores nocivos ou até mesmo explosões.

8 misturas de produtos de limpeza perigosas para saúde - Canaltech

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) alerta que todos os produtos chamados saneantes devem ter registro na agência e trazer no rótulo o nome do fabricante, instruções de uso e avisos de perigo na manipulação. A Anvisa também adverte que a mistura de produtos só pode ser feita se houver essa indicação no rótulo porque podem provocar reações explosivas ou vapores tóxicos.

Somente nos primeiros meses de pandemia do Coronavírus, o número de intoxicações domésticas em adultos por produtos de limpeza cresceu 23,3%, segundo a instituição. Pensando nisso, listamos 6 misturas comuns de produtos que podem resultar em riscos graves à saúde. A especialista em química da marca de produtos de limpeza e autocuidado ecológicospositiv.a, Vanessa Carvalho, explica os motivos pelos quais é preciso ter cuidado.

Alvejante e Amoníaco:

O alvejante é um produto de limpeza comum que contém cloro, enquanto o amoníaco é encontrado em alguns produtos como limpa-vidros convencionais.

“Quando esses dois produtos são misturados, eles podem criar um gás altamente tóxico chamado cloramina, que pode causar irritação nas vias respiratórias, olhos e pele. Além disso, a cloramina pode se acumular no ar e causar problemas principalmente em pessoas com condições respiratórias preexistentes”, complementa Vanessa.

Ácido e Cloro:

Por serem produtos altamente concentrados, demandam muito cuidado e atenção para manuseá-los, pois além de causar danos no ambiente e roupas, ao longo do tempo também podem ser muito prejudiciais para a saúde humana.

“Essa combinação pode resultar na liberação de gás cloro, que além de causar problemas respiratórios, também é capaz de gerar danos ao sistema nervoso central. O gás cloro é especialmente perigoso quando inalado em espaços fechados, onde a ventilação é limitada”, enfatiza Carvalho.

Água sanitária e Vinagre

Para algumas pessoas, essas substâncias misturadas podem parecer comuns, mas a especialista explica o porquê a mistura não é uma boa ideia.

“O vinagre possui uma grande quantidade de ácido acético e quando entra em contato com o hipoclorito de sódio produz cloro gasoso. O gás cloro é super agressivo para o sistema respiratório. Não é recomendável que se use os dois juntos, tampouco no mesmo local, mesmo que de forma separada”, reforça Vanessa.

Água sanitária e Álcool

Algumas misturas só pelo nome dos produtos percebemos que pode ser perigoso, como é o caso dessa combinação.

“O álcool, além de ser muito inflamável, apresenta um caráter ácido. Sua junção com o hipoclorito de sódio reduz as principais funções humanas, ocasionando dificuldade de respiração e queda nos batimentos cardíacos. Portanto, é uma mistura altamente prejudicial e não recomendada”, explica a especialista.

Detergente e desinfetante

Produtos comuns e de uso diário também podem parecer inofensivos, mas a mistura inadequada pode ser prejudicial.

“Detergentes de uso geral normalmente são feitos à base de ativo que possuem carga negativa, já os desinfetantes de uso geral à base de ativo de carga positiva, ao misturar os produtos terá uma reação química anulando os ativos. A maioria dos desinfetantes contém compostos amoníacos, ao misturar com detergente pode ocorrer a formação de gases causando intoxicação, queimaduras e alergias”, ressalta Carvalho .

Vinagre e Bicarbonato de sódio

Vinagre e bicarbonato são dois produtos muito úteis e naturais, repletos de funções. Mas, quando misturados, podem se tornar inativos.

“O vinagre é um composto ácido. O bicarbonato, por outro lado, é um composto básico. Assim, quando misturamos os dois, há uma anulação de suas ações. Além disso, eles também podem causar explosão em caso de recipiente fechado. Mas, separadamente, esses dois produtos são ótimos para limpeza e ideais para quem quer evitar os produtos convencionais”, conclui Vanessa.

CATEGORIAS
Compartilhar Esse

COMENTÁRIOS

Wordpress (0)
Disqus ( )
pt_BRPortuguese