Ministro Edson Fachin é eleito presidente do TSE

Ministro Edson Fachin é eleito presidente do TSE

O ministro Luiz Edson Fachin foi eleito nesta sexta-feira (17) para a presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O vice-presidente será o ministro Alexandre de Moraes. Eles tomarão posse em fevereiro de 2022, após o término do mandato do atual presidente Luís Roberto Barroso.

Fachin vai comandar a corte até 17 de agosto de 2022, quando encerra o período de dois anos no tribunal. O ministro vai dar sequência no processo de preparação das eleições. Moraes vai assumir o comando do TSE praticamente às vésperas da eleição e ficará no cargo até junho de 2024.

Ao parabenizar os eleitos, o ministro Barroso saudou com “alegria e tranquilidade o fato de que o processo eleitoral brasileiro estará sendo conduzido pelas mãos honradas dos ministros Edson Fachin e Alexandre de Moraes”.

Fachin foi eleito com seis votos a um. A tradição é que o ministro eleito vote no vice. A eleição ocorreu no encerramento do ano judiciário na corte.

Na última quarta-feira, ele fez a primeira reunião de transição com a equipe que vai trabalhar na nova administração. Segundo o TSE, a nova equipe será composta de servidores, magistrados e colaboradores com experiência técnica.

Dentre os integrantes da nova gestão, chama a atenção o nome do general Fernando Azevedo e Silva, que vai atuar na diretoria-geral, inclusive na gestão de Moraes. A presença do general é considerada simbólica e pode representar uma ponte com os militares, de forma a evitar (ou ao menos diminuir) a tensão política em torno do sistema de votação.

CATEGORIAS
Compartilhar Esse

COMENTÁRIOS

Wordpress (0)
Disqus ( )